Sombras

São aquelas coisas que acontecem nas sombras, sem que ninguém tenha coragem de perguntar detalhes é que me sempre me intrigaram.

O padre que riu de meus pecados em minha primeira confissão jamais imaginaria que eu me tornaria um pecador profissional, especializado em destruir sonhos alheios. E mais do que isso: um santo que luta pra tentar convencer a si mesmo das coisas que aprendeu. De vez em quando esse homem até consegue. A vida é assim. Nem sempre as coisas fazem sentido ou efetuamos os questionamentos corretos nos momentos adequados.

Enquanto as pessoas vivem suas vidinhas medíocres preocupadas com as grandes questões, um universo misto de malandragem e oportunidade é destilado nas sombras. É o sujeito que não devolve o troco errado que recebeu no Burger King, o filho do pastor que é enviado subitamente pra fora do país para ocultar seu adultério, o colírio nos olhos pra disfarçar a vermelhidão das anfetaminas compradas ilegalmente das mãos do velho amigo.

Acham mesmo que discutir aborto, aquecimento global ou guerra civil em algum país longínquo me interessa? Não. Chega uma hora que a gente cansa de ser dependente das drogas que nos anestesiam as sensações. Comida, tv, baladas, cinemas, redes sociais, pornografia, notícias, reality shows, gadgets baratos fabricados por chineses em subempregos que são tão ruins quanto nossos pseudo-empregos superiores. É. Infelizmente nossa vida é tão patética quanto a daqueles que criticamos.

Não, esse não é um texto que traz uma lição de moral ou tentativa de consertar alguma coisa. É apenas o devaneio de quem se deixa levar pelos pensamentos a mil por hora. É um grito de verdade em oposição ao que seus ídolos falam nos púlpitos e nos comerciais da tv. Aliás, percebeu como estas duas coisas são semelhantes? Sinto muito por você, pobre consumidor.

A vantagem de nos envolvermos com as questões menores é que com o tempo não nos importamos com mais nada. As grandes questões fictícias da humanidade já não consomem nosso fosfato. Dane-se os pandas, ursos malditos que não aprenderam Kung Fu pra se defenderem! Problema de verdade é conseguir uma lata de spray pra expressar meus sentimentos.

Não, cara! Não tente ser racional o tempo todo. Os fundamentos da verdade só fazem sentido se provocarem em você reações automáticas. Até seu ódio tem que ser moldado pelo amor. Sua fúria pela compaixão. Sua pressa pela paciência eterna.

Se eu me perder fora de minha mente, então nunca fui livre. Se eu não me perder dentro dela, então nunca fui longe o suficiente.

A tal vaidade que Salomão falava era qualquer coisa que acontecesse no mundo exterior. Duvidar se tal mundo realmente exista é uma reflexão que não pode ser deixada para amanhã.

Me arrependo de não ter cagado na porta daquele borracheiro que não quis me atender às 3h da manhã. O desgraçado também se lembraria de mim pra sempre caso eu tivesse terminado a obra de arte. Pelo menos na vida de alguém eu seria inesquecível.

Você pode gostar...

2 Resultados

  1. Gostei do que você colocou, infelizmente existem pastores pisando na bola, pois o verdadeiro pastor cuida de suas ovelhas tirando seus carrapichos,feridas e muitas das vezes não só a patinha quebrada mas sim muitas partes de seu corpo até seu coração, mas os pastores estão preocupados em regras como aconteceu recentemente na minha igreja, a pastora pra manter uma igreja organizada como um centro cirúrgico ou cenário de novela sugeriu no púlpito beliscar nossos filhos para ficarem quietos, é mole? porque não coloca pessoas preparadas mesmo nos dias da semana não só no domingo para ficar com as crianças, estou muito chateada precisamos ver que o futuro das nações na parte do evangelismo depende das crianças de hoje o melhor em tudo por isso precisamos cuidar de nossas crianças não só na área do evangelismo.Que DEUS te abençõe em nome de JESUS, ARIOVALDO JR.

  2. PHILLFELIX disse:

    devia ter cagado na porta do consultório daquele mdico também…. sabia que não estava só nesse universo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.