O cinema mexendo com seus valores

Print Friendly, PDF & Email

Demorei um certo tempo pra assistir o Batman – The Dark Knight Rises (2012). Depois do excelenteThe Dark Knight (2008), imaginei que o filme sofreria daquela maldição das sequências, que as torna sempre mais do mesmo. Mas me surpreendi. Foi realmente explosivo e valeu cada minuto na frente da TV.

Como assisti atrasado. foi inevitável a comparação com o Homem de Ferro 3 (2013). As histórias se parecem bastante (sem spoilers). Ambas falam sobre o renascimento de cada um e da autocrítica dos personagens a respeito de onde termina a pessoa e começa o herói.Dinheiro

O problema é que quando terminamos de assistir qualquer um dos dois, voltamos ao mundo real. Onde super heróis não existem e onde somos apenas as vítimas conformadas de um sistema. Aceitamos tudo como está, afinal foi sempre assim (claro que isso é uma inverdade).

Uma pena que filmes como V de Vingança (2005) não alcancem sucesso similar aos blockbusters de super heróis. Somos confrontados com a dura realidade de que na vida real os heróis são os incontáveis anônimos que se movem para fazer algo em favor dos ingratos que continuam a viver sua vida na apatia de seu conforto.

É meu amigo. Nós somos os idiotas que estão sendo confrontados com estas duas mensagens distintas. Uma diz: “só quem tem dinheiro pode mudar o mundo”. E a outra diz “não há poder que resista a um povo que faz valer a sua voz”.

Se acreditamos mesmo que o cinema seja a Sétima Arte, então que possamos aprender a resgatar a essência da HUMANIDADE que as artes tanto clamam por despertar no ser humano: a sensibilidade. Porque este mundo não muda sozinho. Porque os heróis de verdade somos eu e você.

Você pode gostar...

4 Resultados

  1. Luanda disse:

    Pastor Ariovaldo, q o Espírito Santo q habita em vc sempre te guie!
    “Quão formosos são, sobre os montes, os pés do que anuncia as boas
    novas, que faz ouvir a paz, do que anuncia o bem, que faz ouvir a salvação,
    do que diz a Sião: O teu Deus reina!” Is 52:7

  2. Nos momentos de desânimo e desesperança, quando pensamos em desistir por termos perdido a fé e deixarmos de crer que é possível mudar, nos reanimamos frente a um texto como este. Simples, claro e objetivo, mas cheio do fogo que arde nos corações dos cristãos que estão se levantando contra o sistema político, religioso e econômico. Creio que Deus está mais empolgado do que todos nós juntos!

  3. Rebeca machado disse:

    Você é um herói mesmo, Ariovaldo. Já apoiou Cura-Gay sem utilizar UM argumento sequer. NENHUM ARGUMENTO foi dado por ti. “Parabéns, grande herói”.

  4. Pastor Ariovaldo, esse pensamento de que “Porque os heróis de verdade somos eu e você” é algo muito impactante e que infelizmente as pessoas não entendem e ficam em acomodadas achando que tudo esta perfeito. Temos que despertar..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *