Ninguém escuta ninguém

A repercussão que a Bíblia Freestyle provocou (não conhece ainda?) me fez observar uma coisa interessante. Depois de dar entrevistas e infinitas explicações sobre as reais motivações deste projeto, percebi que ninguém escuta o que outras pessoas falam.

Os repórteres da Globo, SBT e diversos jornais escreveram besteiras estapafúrdias. Uns disseram que eu sou o primeiro pastor NO MUNDO a pregar de bermuda e chinelo. Outros disseram que eu sou o fundador da minha própria Igreja (o que não é verdade). E houve até quem escreveu o meu nome errado uma meia dúzia de vezes na reportagem. Repórteres fingem que te ouvem, balançam a cabeça em sinal de aprovação, mas não te escutam. Escrevem e publicam o que querem.

Filhos também fazem o mesmo. Não ouvem seus pais. Se bem que em alguns casos os pais não estão falando nada. Estamos tão viciados a este ciclo de omissão, que já nem tentamos conversar com nossos filhos. Vejo mães brigando com crianças pequenas no supermercado, mas elas não percebem que a bagunça que seu filhos provocam é reflexo da educação (ou falta) que lhe deram. Continuamos cultivando doenças venéreas, filhos fora do casamento, enterrando dinheiro em futilidades… tudo porque não sabemos OUVIR os mais velhos.

Empregados não ouvem o patrão. Fazem sinal de positivo com a cabeça, usam frases de efeito para transmitir aquele sentimento positivo, mas a verdade é que fazem do jeito que querem e quando querem. Isso é tão realidade que hoje percebemos que não há um problema real de desemprego. O que há é falta de qualificação ou falta de gente que queira realmente trabalhar.

Cristãos não ouvem o que pastores ensinam nos cultos. A não ser que seja conveniente, claro. Se a mensagem é sobre cruz, sobre morrer para si, sobre repartir com os que possuem menos, aí apertamos o botão delete que fica localizado estrategicamente ao alcance da mão durante o culto. E  voltamos a nossa hipocrisia fingindo que nunca sequer ouvimos falar destas verdades inconvenientes.

Pastores não ouvem a Deus, pois o negam com suas tradições diversas vezes. Da mesma maneira que se tornou um costume comum entre os judeus o tapear a lei dizendo que suas posses são “consagradas a Deus” (tudo isso com o propósito de abandonarem sua família), hoje vemos homens que estão defendendo coisas que possuem aparência de sabedoria e ancestralidade, mas que na verdade não possui sequer base bíblica.

Trocamos os ídolos de barro por nossa liturgia e teologia. Os adoramos em detrimento da verdade. Não estamos abertos ao novo, pois mexe com nosso conforto. Vivemos uma vidinha estúpida que tem apenas um propósito “ministerial”: garantir que o sistema permaneça funcionando.

Por não darmos ouvidos ao que Deus diz, nos tornamos agentes da Matrix. Administramos as contingências e lutamos ferozmente contra quem ousa questionar quaisquer coisas, mesmo que à luz da Palavra de Deus.

Pastores que não ouvem a Deus (e são muitos), são apenas pastores de si mesmos. Cuidam de seus próprios interesses e negam a Verdade de Deus em favor de seus salários e benefícios eclesiásticos.

Não precisamos de uma nova Reforma. Precisamos apenas OUVIR o que nossos antepassados reformadores disseram. Pois o que nossos costumes tem transformado a Igreja é tão sujo, que até a esposa do profeta Oséias (a puta) parece santa.

Que o Senhor abra nossos ouvidos!

Você pode gostar...

11 Resultados

  1. los dos oidos decian el gran John Stott…..

  2. PHILL FÉLIX disse:

    PERFEITO!

  3. Alexandre disse:

    Deus continue te dando graça belo site de informações importantes! Estou compartilhando com bastante outras pessoas!

  4. Claudio Antonio disse:

    Você é mais um. A acidez afasta o amor. Quanto à sua bíblia estilo livre estou lendo e estou vendo que a preocupação é com um linguajar chulo e vc se esquece que a bíblia nos diz que devemos evitar palavras torpes. A propósito há várias partes de sua parafrase (e não tradução) que simplesmente destoam do verdadeiro sentido. Fica veiaco! Quem não te conhece é que te compra e caro. Fui!

  5. José Costa disse:

    O Espírito Santo que Habita em nossos corações e nos direciona para a vontade de DEUS, a obra do SENHOR é dirigida pelo Espirito Santo, não é a nossa “percepção das coisas” que vai fazer a obra do Senhor acontecer.
    O próprio Cristo já disse: Esse mundo jaz no maligno, isso inclui tudo o que Sr. Ariovaldo disse aí no texto acima e não é novidade pra ninguém, ele coloca todas essas mazelas e se coloca como um que está fora da MATRIX só porque está fazendo um grande trabalho com a tal BÍBLIA CHULA (aí eu concordo com o amigo Claudio Aí acima)

    Nem precisamos dizer o que a própria palavra de DEUS DIZ SOBRE ISSO:

    Não acrescentareis à palavra que vos mando, nem diminuireis dela, para que guardeis os mandamentos do SENHOR vosso Deus, que eu vos mando. Deuteronômio 4:2

    Mas aquele Consolador, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas, e vos fará lembrar de tudo quanto vos tenho dito. João 14:26

    Está acrescentando um vocabulário chulo e sem propósito, acabando com a beleza dessa palavra. Querem justificar termos torpes agora, até mesmo na palavra Santa de Deus?

    Esse jaz no maligno, mas quero estar ao lado de Cristo no final, condenando o pecado, amando o pecador! Nossos braços são fracos, o poder de DEUS É MAIOR, e ele está no controle, todas as coisas que você citou acontecem porque DEUS permite, pois sabemos que no fim essas coisas aconteceriam, leiam Apocalipse, e coisas piores vão acontecer! Está descrito na palavra de DEUS, não é novidade pra ninguém…

    Salvador só um: JESUS CRISTO, fonte de verdade e AMOR! Nâo precisou criar manifesto do ridículo para se aparecer, apenas pregou o amor.

    “A obra de DEUS começa difícil, torna-se impossível, e então é feita”
    (Hudson Taylor)
    James Hudson Taylor (21 de Maio de 1832 – 3 de Junho de 1905) foi um missionário Cristão Protestante Inglês na China, ele sabia do que estava dizendo…

  6. siga adelante, camino solo hay uno y siga compartiendo sus ideas…

  7. ana paula paiva de aguiar disse:

    Muito bom!!

  8. janaina disse:

    Suas colocações são bastantes coerentes, penas que a maioria dos evangélicos está habituada com palavras
    que agrada ao ego, vivemos uma pobreza espiritual e teológica imensa, o amor tem esfriado e o conhecimento
    está desaparecendo também.
    talvez por vc ser realista e ter um certo humor ácido, e não se importa em agradar ao ego alheio as pessoas não
    aceitam sua opinião, pois ela incomoda!!!!
    continue incomodando muuuuuuuuuuuuitoooooooooooooo!!!!
    shalom!

  9. Eric Frantto disse:

    Não, man. Na verdade, escutam. No entanto, não ouvem. Não o querem fazê-lo. Se inibem de pular as barreiras dogmáticas e assim, continuam em suas vidas mesquinhas sob uma capa tão superficial quanto epidérmica.
    Mas aí, man. Se isso vai te reconfortar de algum modo, saiba: você não está sozinho nessa.
    Tamojunto, irmão. E ainda quero dar um rolê com você na Eternidade, amado!
    PARABÉNS pelo projeto. Frutos serão colhidos por meio deste.
    Você tem sido, sem dúvida alguma, árvore de bons frutos!

    Graça e paz, querido!

  10. joão "o leonardo" disse:

    quem eh que vai descordar de tais palavras?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.