#TestemunhosPerdidos – uma obra colaborativa

Segue a transcrição da hastag #TestemunhosPerdidos, feita em colaboração com diversas pessoas no Twitter.

O nosso sonho é que quando alguém dissesse que tem um “testemunho” a dar, que ouvíssemos algo similar a isto:

– Aprendi que igreja é gente.

– Aí Deus me abençoou com vergonha na cara e eu trabalhei duro pra pagar todas as dívidas que fiz!

– Então parei de acreditar que sou um ‘santarrão’, hoje sei que somos todos iguais.

– Irmãos aqui diante de todos assumo que o que venho ensinando a todos durante anos é um anti-evangelho.

– Aprendi que “disciplina” é pegar quem está em pecado e trazer pra mais perto. É amar mais, ser mais amigo. Andar mais junto!

– Abri mão de achar que era líder ou mestre de algo, e comecei a ensinar pessoas a seguirem o único Mestre.

– Deus me abençoou e eu percebi que toda a fofoca na Igreja era minha culpa.

– Desisti de comprar a Hilux e comprei 5 carros populares pra poder abençoar os irmãos que nunca iriam poder comprar carro.

– Eu ia de avião, mas preferi gastar o dinheiro com a gasolina pra poder levar mais gente da Igreja na viagem.

– Então eu disse pra todo mundo que podiam me chamar pelo nome ao invés de me chamar de bispo/pastor/apóstolo.

– Juntamos o dinheiro dos fogos e do aluguel dos helicópteros e fizemos uma campanha do agasalho.

– Parei de chamar pessoas da igreja de “amados” e comecei realmente tentar amar sem força de expressão.

– Este ano o acampamento custará 40 reais. E se alguém não puder pagar, por favor vá do mesmo jeito.

– Paramos de cobrar a Dízimos e Ofertas e ajudamos a igreja a ter seus corações fiéis ao Senhor.

– Aprendi que ser pastor é ser amigo das pessoas e não mandar nelas.

– Aí percebemos que o dinheiro de viajar pra Israel poderia abençoar muitos irmãos. Por isso desistimos da viagem!

– Parei de buscar cargos ou liderança e viver um evangelho verdadeiro de Cristo!

– Consegui perdoar uma pessoa que não perdoo a anos. Sem contar que tenho me tornado menos orgulhoso.

– Deus me abençou e parei de fazer propaganda sempre que ajudo alguém.

– Libertação da religiosidade e sua filha, a mediocridade. Graças a Deus, isso está acontecendo comigo.

– Hoje não faço mais trocas com Deus. Sei agora que tenho que devo dar mais, não receber muito mais.

– Mediante a crise economica que viví, Deus me fez ver o quanto que não atendi as minhas prioridades. Obrigado Deus!

– Minhas orações ficaram mais corretas, agora não começo com a lista de pedidos e termino com declarações.

– Eu sou próspero de egoísmo, me ensina Senhor a ser pobre de espírito.

– Estamos gratos porque Deus nos impediu de fazer aquela reforma no prédio da Igreja. Aprendemos que isso não é prioridade!

– Abandonei o farisaísmo e adotei a transparência diante de Deus.

– Vamos fazer um almoço de domingo na igreja! Não irmão, não custará nada, afinal voce já pagou com suas ofertas!

– Deixei a oferta na minha carteira e corri pedir perdão pra aquele irmao que eu tinha ofendido.

– Parei de esperar o retiro pra eu mudar, e mudei hoje.

– E tivemos que deixar o prédio gigante mas hoje temos pequenos grupos refletindo a graça por toda a cidade.

– Aprendi contar minhas merdas e como tento superar pra um neófito, ao invés de tentar parecer um superespiritual.

– Não levamos mais pessoas à igreja de forma irregular a lei humana, mas a igreja irá até eles em amor e retidão.

– Não cantamos mais nos cultos as novas mentiras, mas sim as velhas verdades.

– Aprendemos que Deus tá no controle e que nao adianta querer dobrar a mão dele em oração, mas sim os nossos joelhos.

 

@ariovaldojr e tantos outros, no Twitter.

 

Você pode gostar...

16 Resultados

  1. Curti muito a idéia, e também pude participar contando algumas coisas novas e muito boas que tem acontecido comigo. Deus é muito bom. E excelente proposta, Ariovaldo. ;)

  2. Iuri Freire disse:

    Muito bom, umas frases foram minhas também.
    Chega de sensacionalismo pseudo espiritual no nosso discurso!

  3. bene rodrigues disse:

    Ariovaldo,você pensa oque todo mundo pensa,mas fala oque ninguém tem coragem de falar. você é uma bênção.

  4. Freire disse:

    “Parei de esperar o retiro pra eu mudar, e mudei hoje”

    kkkkkkkkk que zuado

    Gostei, bem interessante

  5. Luis Arthur Peixoto disse:

    ALELUIAAAA!!!! GLÓRIA A DEUS!!!!… Imagina se sair “gritos” assim da igreja com testemunhos como esses, seria muito bom.

  6. Iuri Freire disse:

    Durante o dia pensei nessa também…
    Aprendi que muito mais vale uma oração sincera com alguns palavrões, do que frases decoradas com falso emocionalismo.

  7. Fernando Carvalho disse:

    Igreja é gente.

  8. alessandro vieira disse:

    Parei de esperar o retiro pra eu mudar, e mudei hoje.

    – Irmãos aqui diante de todos assumo que o que venho ensinando a todos durante anos é um anti-evangelho.

    – Aprendi que “disciplina” é pegar quem está em pecado e trazer pra mais perto. É amar mais, ser mais amigo. Andar mais junto!

    – Abri mão de achar que era líder ou mestre de algo, e comecei a ensinar pessoas a seguirem o único Mestre.

    frases que todo cristão assim como eu devemos tomar para nossa vida diaria com Deus.

    Deus abençoe você Ariovaldo Jr.

  9. Nilson Julio de A, Arruda disse:

    Estou buscando a coerencia em minha vida, este testemunho vai me ajudar…

  10. giovana disse:

    Concordo com a maioria do que foi dito aí =)

    Iuri Freire,
    De fato, ambas, porém , são de baixo valor.
    Por que não tirar o falso emocionalismo e os palavrões? Nem com todas as pessoas usamos eles, por respeito, porque justo com Deus usaremos quaisquer palavras?
    Retirar os dois seria MUITO melhor, não? ;)

  11. giovana disse:

    ” Minhas orações ficaram mais corretas, agora não começo com a lista de pedidos e termino com declarações. ”
    Tá aí, amei isso !!

  12. Robson disse:

    Esse post é muito bom, exprime sinceridade!

    Deus nos ajude a enxergar a verdade e vivê-la de fato sem maquiá-la!

  13. Jaqueline disse:

    Me identifiquei com suas idéias, acho que todos deveriam pensar assim, os títulos as vezes dão a impressão de estar acima do bem e do mal.

  14. Elisangela disse:

    Estou de cara… Mano me identifiquei com tudoooo,preciso de uma reforma e logOOO.
    Deus continui te usando brutalmente Arivaldo. Paz no coração.

  15. Kesinha disse:

    Amei o ” Não cantamos mais nos cultos as novas mentiras, mas sim as velhas verdades” é aquela linda canção do Eduardo Mano, não? rs

  16. leandro puzzo disse:

    Descobri que a verdadeira batalha espiritual é seguir e obedecer a Jesus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.