Seria Deus injusto?

Resolvi escrever este texto como resposta a uma das perguntas que me foram enviadas no Formspring. O assunto é bem interessante e com certeza seriam necessárias muito mais palavras para descrever de maneira exaustiva a visão da fé cristã geral sobre o assunto. Mas ainda sim me propus a tentar fazê-lo de maneira resumida.

PERGUNTA – Pastor, o senhor pode comentar algo sobre as questões que levantam acerca das pessoas que nascem com doenças congênitas (geralmente querendo mascarar sua incredulidade e dizer o absurdo que Deus é injusto)?

Muito oportuna esta pergunta. A reflexão a respeito destas questões pode fortalecer em muito a nossa fé. Vamos lá então!

É importante observar que, ao discutir esta questão, não podemos desprezar que o próprio conceito de “justiça” enquanto atributo moral é proveniente dos valores que recebemos do próprio Deus. Sem Deus, tornam-se inexistentes conceitos como bem/mal e justo/injusto. Como então atribuir injustiça a qualquer ação proveniente do próprio criador da JUSTIÇA?

Estar vivo é uma dádiva de Deus. Em quaisquer circunstâncias, debaixo de dificuldades ou dores, ainda sim somos criaturas que experimentam da bondade de Deus ao simplesmente existirmos. E mesmo aqueles que aparentemente gozam de perfeita saúde, estes estão debaixo da promessa da parte de Deus de sofrerem perseguição, tortura, angústia e morte, simplesmente por reconhecerem o senhorio de Cristo sobre suas vidas. Ou seja. A bondade de Deus está além desta lógica simples e natural da busca do conforto.

Um aspecto importante a ser considerado com relação à vida, é que o plano de Deus para o homem não consiste em obtermos uma vida fácil ou conveniente. A salvação de Deus visa alcançar a alma, de modo que mais cedo ou mais tarde, ao terminarmos nossa existência “física”, então se consumará aquilo que é permanente.

Há cegos que são capazes de enxergar mais do que a maioria das pessoas que possuem vista perfeita. Podem enxergar com o coração coisas que olhos apurados jamais enxergarão. O que “vemos” muitas vezes nos engana e nos torna cegos para o que é a verdadeira realidade.

Há paralíticos que embora não possam se locomover, ainda sim podem transportar montanhas com sua fé. Além de que como “corpo”, temos a obrigação de cooperarmos mutuamente todos com todos. Isto significa que se minhas pernas e braços não servirem para locomover a TODOS que necessitarem, então estão sendo utilizados de maneira egoísta e longe do propósito de Deus.

Há tantos com síndrome de Down, privilegiados (apesar da nossa dificuldade em compreender isto) com a capacidade SENTIR e interagir com o mundo como uma criança faz. Ou seja, conceitualmente salvos e adentrando no reino de Deus primeiro do que todos nós.

Minha fé é que Deus NÃO ERROU. Nos fez todos perfeitos. E com o suficiente para que possamos experimentar a boa, perfeita e agradável vontade de Deus que nos leva a viver pela eternidade. Começando AGORA!

Você pode gostar...

13 Resultados

  1. Leandro Kdeira disse:

    Eu tenho uma deficiência genética que me fez parar de andar,e em nenhum momento nesses 14 anos de adeirante,eu direcionei uma oração a Deus pedindo para voltar a andar,ou o culpei por isso.
    O que eu quero é a vida eterna.

  2. Leandro Kdeira disse:

    comi o “c’ do Cadeirante..rs

  3. Giovanna disse:

    Nossa, o comentário do Leandro acabou comigo.
    E eu reclamando que não tenho namorado. =/

    Deus te abençoe, Pastor e Deus te abençoe, Leandro!
    Deus falou muito comigo através de vocês!

  4. Franciele Santos disse:

    Nossa que obra prima essas palavras!! E como Deus manifesta o cuidado dele com palavras como as suas!! Obrigada!

  5. Arthur Barros disse:

    Olá, Ariovaldo!
    Primeiramente sou de Pernambuco, e estou muito feliz com a notícia de sua participação na conferência oxigênio aqui na veneza. Já estou na espera. :)

    Vê bem…
    Tenho construído uma concepção algo que se difere um pouco dessa concepção que você esboçou. Me pareceu essencialista. Penso que ao longo dos anos inúmeras concepções acerca de virtudes e valores foram forjados pelos homens. Certamente que Deus é a fonte de todas as coisas, mas não podemos dizer que a conformação de determinados “valores” e “virtudes” dos homens provieram de Deus, não ignorando sua soberania, os homens “deturparam” a glória de Deus, de modo que, o que foi chamado pelo nome de “JUSTIÇA”, “VERDADE”, “FELICIDADE”… assumiu tantas feições quanto nossa mente é imaginar.

    Tenho percebido que para compreender essas virtudes, é necessário um desprendimento daquilo que hoje chamamos de “JUSTIÇA”, “VERDADE”, “FELICIDADE”, por exemplo, e um esforço contínuo em assimilar através incorporação atitudinal na vida de Cristo, desses valores. Vejo que a melhor forma de compreender se Deus é justo é antes de qualquer coisa nos desprendermos do nosso conceito humano (volúvel, utilitarista, tendencioso, egoísta, o que numa análise mais ácida, sem dúvida alguma nos permite chamar: pecaminoso) de justiça e tendo nos despojado dele passarmos a assimilar o que vem a ser a justiça de Deus.

    Penso que para compreender a dimensão de cada valor desse é necessário uma nova quebra de paradigma dentro de nós, uma vez que nesse mundo da mesma forma que vemos em tudo a glória, poder e graça de Deus se manifestar, temos uma visão tolhida das coisas espirituais, e somente podemos compreende-la porque Deus assim o quis, mas a sua compreensão, me parece, demanda tempo, persistência na luta contra a carne (velha natureza) e ao tempo que parece de bom grado ao nosso pai, ele que está sempre com as mãos estendidas, ele nos concede a dádiva de ver um pouco do que “É”, fazendo-nos transcender a nossa visão terrenal, adstrita ao que “ESTÁ SENDO”.

    “Ora, o homem natural não compreende as coisas do Espírito de Deus, porque lhe parecem loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente.” (1 Coríntios 2:14)

    Mais uma vez,
    um caloroso abraço em nome dos irmãos do Recife.

  6. Ariovaldo, boa resposta.

    Mas acho que você poderia ter falado, também, dos efeitos da queda, no Éden, o que desvirtuou toda a criação.

    Abraços!

  7. LAZARO disse:

    Fico lendo os comentarios falando bem de Deus, todos tem medo de expressar sua verdadeira opiniao com medo de ir para o inferno, mas no fundo do coracao de cada pessoa sempre tem aquela raivinha de Deus. Na minha opiniao Deus e pior do que o diabo.porque lançou essa praga aqui na terra.o que não é bom pra mim tb.não é para os outros.Eva e Adão pecaram e agente que paga o pato isso é justiça o cristao fecha os olhos com medinho de Deus .ele so fez besteira.ele é Oniincompetente aceitem!foi bem por isso de Licifer quiz assumir o comando do céu.podem analuzar na biblia Deus só fez besteira tudo da errado!tomara que uma dia ele aceire essa verdade e passe o poder e o comando pra alguem mais competente e se aposente!

  8. Luis Arthur disse:

    Fala Ari, estava refletindo neste texto, que é muito bacana por sinal, e uma frase me chamou a atenção: “A bondade de Deus está além desta lógica simples e natural da busca do conforto.”
    Refletindo, lembrei da oração do Pai Nosso, na parte que Jesus ensina: “O Pão nosso de cada dia nos dai hoje”…ou seja, Jesus ensina para nós pedirmos o necessário, nada mais e nada menos que isso, somente o necessário. Agora é difícil demais delimitar o que é necessário na cultura atual…vlw

  9. Freire disse:

    Tem um vídeo do Yago onde ele faz outra pergunta, como ainda existe bem? http://www.youtube.com/watch?v=fluihk5NfVc 4:37

  10. Eliezer disse:

    Nem vou perder meu tempo lendo o texto, trbalho na area da saude e vejo caca coisa medonha, gnetnte que não anda, gente amputada, na cama dependento 100% de cuidados de ountrem, deus é um tremendo de um sacana mantando essas pessoas vivas!

  11. Elvio disse:

    Espero que vcs possa ler e meditar!
    gênesis 1: 31; tudo que Deus criou é e foi bom,
    gênesis 3; porem o homem não sabe ser fiel a Deus; como até hj tem se mostrado
    Romanos 5: 12-21; mais desde o inicio Deus ja tinha e tem um plano para nós
    Então por causa do pecado veio tudo que hj nos assola, mais não para nossa desgraça e sim par que se cumpra o que tá escrito em:
    joão 16:33; para que atraves de Jesus possamos vencer o que há no mundo,
    joão 9:3; para que a seja manifesta as obras de Deus no homem,
    joão 14:12; para que atraves do Espiroto Santo que esta em nós façamos coisas maiores que cristo;
    lucas 10:8-9; para levarmos o evangelho de salvação cura e libertação;
    mais para isso é preciso estarmos ligados a VIDEIRA que é Cristo e nossos frutos dira se estamos em Cristo ou não; não para as outras pessoas mais para Deus.
    Romanos 11:33-36; O profundidade das riquezas, tanto da sabedoria, como da ciência de Deus! Quão insondáveis são os seus juízos, e quão inescrutáveis os seus caminhos!
    Porque quem compreendeu a mente do Senhor? ou quem foi seu conselheiro?
    Ou quem lhe deu primeiro a ele, para que lhe seja recompensado?
    Porque dele e por ele, e para ele, são todas as coisas; glória, pois, a ele eternamente. Amém.

  12. Glaucia Rezende disse:

    “Mar calmo não faz bom marujo” Das tragédias que tive na minha vida percebi que melhorei como pessoa e compreendo melhor os outros. Nascer com uma doença congênita me faz lembra de Nick Vujicic, nasceu sem braços, sem pernas e hoje roda o mundo ajudando pessoas carentes, levando Deus aos corações. A justiça de Deus já foi feita em Cristo, Ele mesmo entre nós, vivendo na pele toda tragédia humana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.