Por que enriquecer não é o plano de Deus pra você

É claro que não estou falando de maneira absoluta. Mas no geral, a promessa de que Deus deseja que seus filhos “enriqueçam” é papo furado por simples razões.

A primeira é que provavelmente iremos nos corromper. Sei que todo cristão afirma que COM ELE será diferente. Que irá investir em missões, na Igreja local ou em algum projeto social. Mas tudo isso é mentira. Você não irá investir quase nada. A maior parte do que “ganhar” será gasto com seus próprios interesses mesquinhos e distantes da vontade de Deus (carros, viagens, casas e outras baboseiras luxuosas que não possuem valor algum). Obviamente Ele não tem compromisso nenhum com esta busca, visto que atender a orações deste tipo seria o mesmo que despertar em você o “amor ao dinheiro”, que é a raíz de todos os males.

A segunda razão é que Deus não precisa e não quer a sua ajuda desta maneira. O Reino de Deus na Terra deve ser propagado coletivamente. Ou seja, não faz parte do plano permitir que você resolva as coisas sozinho. “- Ah, mas eu investiria em missões, construiria igrejas e sustentaria famílias que necessitam…”. BESTEIRA! Temos a responsabilidade de fazermos isso juntos, como Igreja. Tentar resolver o problema com a força e independência do seu braço é puro egoísmo e está longe dos propósitos do Evangelho.

“Se queres ser perfeito, vai, vende tudo o que tens e dá-o aos pobres, e terás um tesouro no céu; e vem, e segue-me.” (Mateus 19:21)

 

 

Você pode gostar...

18 Resultados

  1. Perfeito. Nós Cristãos, somos membros de um corpo, então não adianta tentarmos ser Super Heróis e resolver tudo sozinho dentro da igreja, tem que haver compromisso, entrega e participação de todos na obra.

  2. eu mesmo disse:

    A ideia do post é otimo, mas seu argumento é fraco e falho. E pior: o versiculo foi citado fora de contexto.

  3. Lucas disse:

    Muito loko…
    O Plano de Deus é que possamos ter riquezas na eternidade.
    E não grana aqui !! não precisa !!

    Se cuidarmos do Renio em primeiro lugar, Ele nos sustenta, tá escrito !!!

  4. Rodolfo disse:

    Seguinte, recadinho pro Sr. “eu mesmo” que nem culhão de colocar o NOME teve…

    Vá ler Mateus 6, por favor, e veja se REALMENTE o versículo do post tá fora de contexto, TENTA entender a vontade de Deus pra você neste capítulo, por favor…

    Sem mais! E que Deus te permita enxergar além, muito alem meu irmão!

  5. Eloy disse:

    concordo que eu provavelmente me corromperia se por exemplo ganhasse uma boa grana na loteria…
    Ouvi dizer q existiu exceções, grandes empresas, nos EUA no passado investiram uma boa grana enviando missionários pelo mundo..
    bem…
    antes de postar esta resposta eu pesquisei sobre tais empresas e não achei nenhuma !!!!
    vai saber…

  6. Jackson Lins disse:

    “Comigo” seria diferente… simplesmente porque quando a história é “comigo” sempre há uma boa razão, uma boa desculpa… No fundo eu acredito que se fosse comigo, seria de igual pra pior, afinal quem tem dinheiro se preocupa com o dinheiro…

  7. Fora de contexto está Malaquias 3:10, amplamente difundido por aqueles que pregam sobre o pseudo-plano de Deus de enriquecimento do seu povo. Precisamos de nada mais, nada menos que 5 letras para provarmos que Deus não quer nos dar uma fortuna: Jesus!

  8. Patrícia disse:

    O conceito de riqueza é muito relativo…A Bíblia fala que devemos ser pobres??? Ou que não devemos amar o dinheiro???Ter um carro ,comprado dignamente,com o dinheiro recebido de um bom emprego,emprego este alcançado por anos de faculdade…pode ser riqueza pra quem anda num ônibus lotado! É hipocrisia dizer que não precisamos de dinheiro e que não queremos ter uma vida confortável.Os extremos são perigosos!

  9. Anderson disse:

    Mas eu vou continuar jogando a MEGA.

  10. João Emílio disse:

    Desculpe, mas isso que você falou não tem base bíblica. Você simplesmente expressou sua opinião.
    Se alguém quer saber o que a Bíblia diz sobre isso: Sl 35:27, 2 Co 8:9 (Dá uma olhada no contexto), Dt 8:18, Fp 4:19, 3Jo 2.
    Prosperidade é, sim, a vontade de Deus para os seus filhos. E essa premissa de que nosso coração se desviaria é na verdade uma expressão de falta de confiança em Jesus, que é capaz de “nos manter firmes até o fim”. (1Co 1:8). Não estou defendendo o amor ao dinheiro, porque pra ter isso nem é preciso ser rico. Estou defendendo a prosperidade bíblica: corpo, alma e espírito.
    Deus abençoe!

  11. João Emílio disse:

    E Matheus, nessas 5 letras (JESUS) é que está nossa prosperidade. 2 Co 8:9 e Fp 4:19 mostram isso. Além de Rm 8:32:
    “Aquele que não poupou seu próprio Filho, não nos dará juntamente com Ele, de Graça, TODAS as coisas?”
    Em Jesus temos, sim, tudo o que precisamos. Inclusive prosperidade.

  12. Lucas disse:

    João Emílio, a partir de Jesus não existe ou não era para existir crentes ricos,
    Aquilo que Deus dá, que passa de sua necessidade básica, É para repartir com o próximo, a fim de que todos sejam supridos.

    No presente momento, a fartura de vocês suprirá a necessidade deles, para que, por sua vez, a fartura deles supra a necessidade de vocês. Então haverá igualdade,

    como está escrito: “Quem tinha recolhido muito não teve demais, e não faltou a quem tinha recolhido pouco”.
    2 Coríntios 8:14-15

  13. João Emílio disse:

    Lucas, não vejo onde está a base bíblica pra isso.

    Claro que aquilo que Deus nos dá é para que sejamos uma benção e repartamos com os outros. Isso faz parte da nova natureza que temos, a natureza do próprio Deus, que é generoso em si mesmo. Agora veja o que, ainda no contexto do recolhimento para os santos, 2Co 9:11 diz: “Vocês serão enriquecidos de todas as formas, para que possam ser generosos em qualquer ocasião e, por nosso intermédio, a sua generosidade resulte em ação de graças a Deus.”
    Agora de onde vem a ideia de que Deus quer suprir somente as nossas necessidades básicas, eu não sei. Porque Ele é capaz de fazer muito mais além do que pedimos ou pensamos (Ef 3:20) e tem prazer em satisfazer os desejos do nosso coração (Sl 37).

    Isso é um direito de todos os filhos de Deus. Não estou dizendo que isso é o mais importante, mas que é algo que vem junto com a salvação (está incluída no TODAS de Rm 8:32). Se você olhar a Palavra, vc vai ver que Deus tem planos para nos fazer prosperar (Jr 29:11) e de nos fazer bem. E ainda nos dar o caráter necessário para permanecer com os olhos fixos nele. Na verdade, a verdadeira prosperidade vem disso: fixar os olhos em Jesus e na sua suficiência.

    Agora, cabe a você aceitar isso ou não. Abraços!

  14. João Emílio disse:

    Quem quiser saber mais sobre isso: http://ritmosdagraca.wordpress.com/
    Deus abençoe!

  15. Lucas disse:

    João Emílio, eu entendi seu argumento, quando eu digo de suprir as necessidades básicas, não é viver uma vida miserável,
    Eu creio que Deus satisfaz os desejos do nosso coração!

    Quero enfatizar que especificamente nesse artigo e meus argumentos são em ralação ao Dinheiro.
    Você pode ler em Eclesiastes 5: 11, 13, nos evangelhos, em vários versículos é combatido.
    E continuo com o argumento de que Deus te dá grana para ser usada de generosidade, portanto não é para ter pessoas ricas em nosso meio.

    Você reparou que o ideal de sucesso do crente é igual ao do mundo ??
    O cara que estudou, acabou a faculdade, conquistou na vida sua casa própria, tem seu emprego estabilizado, uma família feliz e pode viver agora em paz até sua morte. É muito perigoso viver dessa forma !!

    Cara, eu respeito sua opinião tranquilamente, é bom ter opiniões diferentes, nos faz pensar e meditar na palavra se é realmente dessa forma, abraço !!!!

  16. João Emílio disse:

    Lucas,

    É muito bom dialogar dessa forma, quando não há tensão e obrigação de impor opinião de ambas as partes. Aprecio sua gentileza e também respeito sua opinião.

    Eu só não acho que riqueza se opõe à generosidade. Pelo contrário, quanto mais eu tenho (e fique claro: estando com o meu coração em Jesus) mais condições de abençoar eu terei. É o que Deus diz pra Abraão. Eu te abençoarei, te engrandecerei o nome… e depois completa: “Sê tu uma benção.” (Gn 12:2) Deus nos abençoa para que possamos abençoar.
    E se você for olhar, Abraão era muito rico. E a Bíblia diz que a mesma benção de Abraão está sobre nós (Gl 3:14).
    Vários outros textos também dizem sobre o desejo de Deus de nos fazer prosperar: Dt 28:12, Sl 35:27 e vários outros (alguns eu citei no primeiro comentário).

    Quanto ao texto de Eclesiastes, eles mostram o fim daqueles que colocam a sua confiança nas riquezas (o que é totalmente errado e oposto do que eu estou defendendo). O versículo 14 mostra o porquê: “Porque as mesmas riquezas se perdem por qualquer má ventura”. Ou seja: os bens materiais são abaláveis. Confiar neles é pedir para ser decepcionado. Ao contrário disso, a prosperidade que vem de Deus (que flui ao olharmos pra Jesus), é inabalável e plena.

    Então o que eu concluo disso é: prosperidade é o plano de Deus, nosso foco e confiança não estão nas riquezas, mas elas são um presente de Deus para que possamos ser uma benção para outras pessoas.

    É isso… Abraço!

  17. Felix disse:

    Entao como explica o facto de Deus ter colocado riquezas como ouro, agua, rios, plantas, animais na terra e no mar, minerios entre outro,etc….colocou as para quem? o senhor trabalha para que quer carro casa telemovel etc para que? leia bem a Biblia e saiba interpretar.

  18. Felix disse:

    Deus nos abencoa mas exige de nos para que nessas bencaos possamos abencoar os outros, te abencou e tu seras uma bencao.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.