Por que eu amo a Igreja mesmo ela parecendo uma porcaria

Às vezes dizemos que a igreja se tornou uma merda. Mas ela possui virtudes que não podem ser desprezadas. Além de ser a única organização oficialmente encarregada de ser porta-voz do evangelho, ela também possui em sua natureza missiológica, a consciência de que PARAR não é uma opção.

Isto explica em parte o motivo pelo qual as pessoas preferem se dedicar a ministérios desconectados de tudo ao invés da velha igreja. Nos ditos “ministérios”, não há um compromisso de continuidade. Você é livre para ir e vir, conforme der na telha; sem a necessidade de prestar contas de suas ações a ninguém e tampouco dar satisfações sobre as decisões tomadas em nome da conveniência.

Esta crise de visão nem chega a ser uma novidade. Ela surge de tempos em tempos, quando as pessoas chamadas por Deus passam a se considerar a “última bolacha do pacote”. Aconteceu com os que migravam do Egito para a terra prometida. E novamente com os discípulos de Jesus. Ambos consideravam que suas ações estavam desconectadas do contexto social e histórico do momento.

Curiosamente Jesus fez o contrário do que parecia conveniente. Antes de ser um subversivo, era um frequentador assíduo de sinagogas. E o reconhecimento público era visível, quando pessoas que faziam parte do sistema religioso vigente insistiam em chamá-lo de mestre.

Subversão sem submissão é algo que não faz muito sentido.
A verdadeira revolução se faz de dentro pra fora.
E ela não é baseada em “novos modelos”. Mas em viver com coerência o ÚNICO MODELO.

A igreja não cheira tão bem quanto deveria, mas eu não tenho outro lugar melhor pra ir.

Você pode gostar...

24 Resultados

  1. Wanderson disse:

    Desculpe a sinceridade irmão, mas seu texto é de péssimo gosto.
    Linguajar chulo (merda, porcaria) e termina com uma frase muito infeliz: “… mas eu não tenho outro lugar melhor pra ir.”
    Detestaria congregar numa comunidade que tivesse membros com esse pensamento.

  2. Ariovaldo Jr disse:

    Respeito sua opinião. Mesmo ela sendo baseada em um positivismo que não é regra na atualidade.

    Novos odres para um novo vinho. E que o “velho” continue como está. Não deixa de ser excelente devido às novas safras.

  3. Djair disse:

    Eu tenho um lugar melhor pra ir, um pequeno grupo de irmãos apaixonados por Jesus de Nazaré, rompidos radicalmente de tudo que não seja conforme ele, rompidos com o legalismo, juízos, dogmas e tradições dos homens, e com o Cristianismo iniciado por Constantino.

    A promessa do mestre foi que onde 2 ou 3 se reunissem no nome dele ele estaria presente e que seus discípulos seriam conhecidos pelo amor não pelas catedrais ou por ser uma instituição poderosa entre os homens, até mesmo porque o reino de Deus não vem com visível aparência.

    O fato de Jesus ensinar na sinagoga não foi um incentivo ao “espírito do templo” do Antigo Testamento, o véu se rasgou na morte de Cristo dando inicio a uma nova aliança onde o templo são as pessoas, Deus não habita em templos feitos por mãos humanas, e foi assim que a igreja primitiva viveu nos primeiros séculos apesar da pressão dos judaizantes que tiveram que sofrer a disciplina da diáspora na destruição do templo em 70 DC para irem e anunciarem o evangelho a toda criatura e não usarem o templo como centro de controle humano ou centro do poder de Deus.

    Os interesses do movimento evangélico parecem não ser mais os do evangelho, se assim for haverá um êxodo continuo daqueles que amam a Cristo para fora, para subversidade, ao menos que o movimento volte ao fundamento.

    Não entendo seu medo Ariosvaldo!

    Deus precisa de uma instituição poderosa do ponto de vista humano?

    No inicio de tudo era um bando de andarilhos, perseguidos, desprezados, conhecidos como uma seita, pejorativamente chamados de cristão, foram estes que revolucionaram o mundo como exemplo de amor, fé e esperança.

    Voltemos ao primeiro amor, voltemos a Cristo!

  4. WENDEL disse:

    Putz… Ainda perdi meu tempo lendo essa bobagem… Não precisa nem falar sobre o fraco vocabulário. Caramba, você não precisa ser um satanista para dispersar o povo da igreja que ler este pessimo devocional ora tecido por vc. Lamentável.

  5. Victor Hugo disse:

    Curioso, que apesar do linguajar, creio que entendo bem onde o Ariovaldo quis dizer.
    Hoje temos a tendência ver a coisa demais a ferro e fogo, com dogmas superando base de ensino verdadeira.
    Ninguém é perfeito e achei a ideia do texto bem coesa.

    E sobre a frase final do “lugar melhor” pra ir, posso vê-la da mesma forma que era a arca de noé, que apesar de dentro dela com animais trancafiados, com toda a sujeira, fedor e coisas ruins que existiam dentro dela, fora dela apenas existia a morte, é mais ou menos o que é posso dizer da igreja.
    Muitas pessoas falsas, outras mentirosas, com dificuldade que qualquer convivencia humana traz, mas fora dela apenas existe a morte…

  6. Rod disse:

    É legal perceber que os comentários acabam ratificando o texto!
    =)

  7. ronei jr disse:

    reflexo claro das mudanças e questionamentos que nossa geração faz nestes dias, e dias dificeis !!

    Pode começar á comer gafanhotos Ari, João tambem não era lá flor que se cheirasse, mas a revolução que o mundo clama começará dentro de qualquer portinha,por menor que seja, mas um local amplo na fé.

  8. Gabriel Dutra disse:

    Ari… você gosta de polêmicas, não? hahahahha!

  9. É isso ai…

    Nossas igrejas estão sim PODRES por dentro…
    Eu consigo encontrar pessoas fora das igrejas com vidas mais limpas que as que estão lá “louvando” ao nosso Deus…

    Hoje em dia existe mais joio do que trigo… infelizmente.

    Ainda bem que a adoração e a salvação é invididual…

    No então, não podemos deixar a igreja de lado, pois o Senhor a instituio, e temos que permanecer, procurando não se igualar aos outros, mais tranformar as nossas mentes e atitudes para que possamos ser reflexo aos “perdidos de nossas igrejas”…

    A paz de Cristo irmãos…

  10. Djair disse:

    Jéssekia, quem disse que a igreja evangélica é a Igreja instituída por Cristo? igreja evangélica é um movimento que surgiu a 500 anos proveniente da reforma da igreja católica fundada por Constantino, agora dentro da igreja evangélica quem realmente creu em Cristo se tornou Igreja, não só dentro dela mais em qualquer lugar em teve em encontro com Jesus de Nazaré foi religado a Deus e se tornou uma pedra viva, sacerdócio real.

    Abaixo segue um trecho do texto do Ed René Kivitz que vc pode ler na integra em http://www.ibab.com.br/ed090201.html

    “Você sabia que Jesus não fundou o Cristianismo, e que o que chamamos hoje de Cristianismo é uma construção religiosa humana, feita pelos seguidores de Jesus ao longo de mais de dois mil anos de história? Você sabia que o que chamamos hoje de Cristianismo está profundamente afetado por pelo menos três grandes eras: a era de Constantino, a era da Reforma Protestante e a era dos Avivamentos na Inglaterra e nos Estados Unidos? Você sabia que é praticamente impossível saber a distância que existe entre o que Jesus tinha em mente quando declarou que edificaria a sua ekklesia e o que temos hoje como Cristianismo Católico Romano, Protestante, Ortodoxo, Pentecostal, Neopentecostal e Pseudopentecostal? “

  11. Samuel Costa disse:

    Ari,

    Cara! A gente não se conhece pessoalmente (pelo menos, creio que não), mas conhecemos muita gente em comum. Eu sou da turma do Sal da Terra, quando ainda nem havia o Sal da Terra. Gostei do seu artigo. É isso aí!

    Há um manuscrito medieval descoberto no final do século 20, e citado por Michell Green, que diz: “A igreja é como a arca de Noé; não fosse a tempestade lá fora, ninguém suportaria o mal cheiro dentro”. Há muita coisa suja dentro da igreja (em grande medida, por causa do joio), mas ela continua sendo a noiva de Cristo, remida pelo seu precioso sangue. Fora da arca, a morte é certa na tempestade lá fora.

    Que Deus nos dê a bênção de viver a autêntica vida cristã aos pés de Cristo, sem qualquer religiosidade; uma vida cristã totalmente desatrelada dos caprichos humanos, e plenamente submissa à vontade e ao poder do Salvador.

    Parabéns pelo artigo, e que o Senhor continue te abençoando!

  12. Djair,
    entendo tudo que disse.
    mais onde eu citei “evangelica”??

    Não defendi a igreja, concordo com tudo que vc disse, nos se distanciamos mt do que Jesus pregava…

    só quiz resaltar que nossas “instituições igrejas” estão lotadas por pessoas crentes, mais não CRISTÃS..
    Conhecem a verdade e não praticam, e Jesus voltará para levar a sua noiva sem nenhuma mancha,e como estamos??

    Precisamos sim voltar ao primeiro amor…

  13. Brão Barbosa disse:

    É tão mais conveniente ficar sentado nos bancos aceitando tudo como sempre foi do que “imitar” os bereianos”

    Estamos juntos Ari!

    Logo logo jogo esse texto no site do IU! =)

  14. Meus caros:
    ARI JUNIOR:

    Sei que a igreja que vc esta falando, e aquela feita de tijolos e cimento que tem pra todo lado, e as vezes mais de 100 tipos diferentes em cada cidade, mais o que eu gostaria de dizer aqui, e saber o que vc e voces todos acham é: QUANDO E QUE A BIBLIA DISSE QUE IA SER FACIL O CAMINHO PARA A SALVAÇÃO? QUANDO E QUE A PALAVRA DE DEUS FALA QUE IRIA SER TUDO MARAVILHOSO O CAMINHO? Eu acho que tudo faz parte do processo de adaptação para uma vida nova com Cristo. . .

    COMO O PAULO CONSTUMAVA DIZER: EU ESTOU E NO LUCRO, E COMO JA FOI COMENTADO AQUI UM POUCO ATRAZ, A SALVAÇÃO NÃO VAI SER DADA ATRAVEZ DO CHEIRO QUE SAI DAQUELE PREDIO QUE AGENTE SE REUNE PRA ADORAR O NOSSO DEUS, ELA E INDIVIDUAL …

    O QUE EU TENHO PRA DIZER E: AI DAQUELE QUE PROCURA A SALVAÇÃO E JESUS CRISTO NESSA IGREJA…

    PAZ DO SENHOR JESUS PRA TODOS

  15. lucas abrahao disse:

    será que o povo leu mesmo o texto?

  16. Gamaliel de Souza disse:

    QUEM TEM OUVIDOS PARA OUVIR, OUÇA

  17. Flaw disse:

    Putz que perda de tempo ler tanta asneira. Realmente você é o outro, por que o Ramos é crente, mas você… sei lá… Faz um favor: vai ler a Bíblia e muda de nome!

  18. Pierre disse:

    Parabéns Ariovaldo…

    deixa essa galera religiosa falar ;)

    Graça e Paz!

  19. Lucas Tech disse:

    Adorei o artigo Ari.
    Inclusive, ainda na semana passada, um visitante em um dos grupo de estuda da ABu lá na universidade manifestou sua opiniao, desprezando a importância da igreja para a transformação e tb salvação de alguém. No momento, pra falar a verdade, eu nao tinha muitos argumentos pra defender a importancia da igreja pras nossas vidas. Mas nao posso negar que a Igreja, sem dúvida, faz parte do plano de Deus não só para a transformação de vidas , mas para a comunhão da sua igreja, o corpo de Cristo.
    por outro lado, tb nao posso negar, que muitas igrejas hoje estao muito longe daquilo de Deus gostaria que estivesse.
    Fique com Deus, abraço

  20. Mickets disse:

    Ariovaldo, entendo perfeitamente o que sentes em relação à igreja, e confesso que tenho passado pela mesma coisa atualmente, simplesmente não me “encaixando” em lugar algum.

    Porém, é vontade de Deus que nos reunamos (“reunamos” – é isto?). A brasa longe do braseiro esfria. Eu e muitos que conheço são exemplos de brasas que ao ficarem longe do braseiro esfriam. E por isto eu sinto a necessidade de me reunir em algum lugar (igreja), mesmo que em algum momento eu tenha que fazer isto contra minha vontade (de ir) naquele momento. Mesmo sem vontade, é uma maneira de ao menos ouvir a Palavra e ter um tempo de adoração e louvor.

    Logo, mesmo havendo tantas “igrejas” por aí, é importante orar a Deus e pedir que nos direcione a uma igreja. Melhor isto do que ficar sozinho.

    Um comentário: no artigo sobre tatuagens, você menciona os “escândalos” (não escandalizar o irmão). De mesmo modo, você deveria aplicar isto em seu linguajar, para não escandalizar outros na fé. DIgo isto quanto às palavras de baixo calão que utilizou neste artigo. Podemos argumentar que “esta palavra significa apenas tal coisa” etc., e irmãos mais firmes não se deixarã abalar. Mas de um modo geral, a grande maioria se escandaliza. E lembre: da fonte de água limpa, não sai água suja.

    Abraços!

    PS: o e-mail fornecido durará um mês.

  21. Agnaldo Gomes disse:

    Muito pertinenete e reflexivo este texto.
    Quanto às palavras “merda” e “porcaria”, que alguns insistem em realçar, pode até ser que foram colocadas de forma infeliz.
    Porém, de modo algum pode-se usar essa critica como um jeito de omitir a profundidade do post.
    Parabéns ao autor e que possamos continuar firmes na Igreja de Cristo mesmo em meio a tantas coisas ruins que acontecem dentro das mesmas.

    Em Cristo,
    Agnaldo Gomes Desperta Igreja!

  22. jairo do nascimento disse:

    parabéns pastor Ariovaldo por sua coragem o senhor ainda é no meu ponto de vista uma das cabeças mais pensantes da igreja temos muita gente com cabeça mas que infelismente nao pensan no bem estar do rebanho,rconheço que a igreja ao que o amado se refere nao é a igreja viva de nosso Senhor Jesus Cristo essa sem duvida é sem ruga sem mancha e sem macula contudo ela está inserida neste contexto (eclesiologico) onde alguns tenatm infiltrar no seu meio com aparencia de santo quando de santo nao tem nada.
    Há! quanto ao linguajar usado pelo irmão achei que foi um pouco forte contudo devo reconhecer que nossos cristãos tem incapacidade de ouvir certas verdades que as vezes de maneira hipocirta nao queremos ver.
    Reitero pastor Ariovaldo parabéns pelo seu artigo que isso sirva de reflexao para nova geraçao obreiros para que cuidemos com diligencia do rebanho do Senhor sem transforma-la no nosso reduto eleitoreiro e tantas outras coisas que se fazem com a igreja que nao tem nada ver com o papel da igreja.

  23. MACK ROCHA disse:

    Apesar de naum estar de acordo com tudo neste texto acho q todos nós deveriamos respeitar a individualidade do proximo,ou seja:se o cara quer falar umas paradas que naõ segue um padrao de lingauagem hora defendido por alguns nao tira o valor confrotante do texto.o q vale eo cara ser original,o texto é bom,penso q a “igreja”ainda naum é o ideal,sinto falta de uma verdadeira comunhao mas c naum é bom para mim pode ser bom para outro.SOU CONTRA A MANIPULAÇAO DA IGNORANCIA ALHEIA PELOS RELIGIOSOS MAS ISSO NAUM É UMA MAXIMA,lembremos que a BIBLIA FALA DE ANA NO LIVRO DE MARCOS,Q APESAR DAS ATITUDES RELIGIOSAS(80 ANOS INDO AO TEMPLO TODOS OS DIAS)ELA FOI UMA DAS POUCAS DENTRO DAQUELE LUGAR A TER A SENCIBILIDADE DE SABER Q AQUELA CRIANÇA ERA O SALVADOR,COISA Q MUITOS NAUM CONSEGUIRAM SENTIR,APESAR DAS ATITUDES RELIGIOSA.NAUM SERVE PARA MIM MAS PODE SER BOM PARA O OUTRO.

  24. DAYANE ANDRADE disse:

    Olha.. acredito que estamos em um país em que a opniao é livre.
    Eu tb tenho uma enorme decepcao as igrejas evangelicas, e nem vou com muita frequencia, nao acho que ele esteja errado, ao menos fora sincero.

    iGREJA NÃO É DEUS. IGREJA É UM LUGAR ONDE AS PESSOAS QUE CREEM EM DEUS VAO PARA SE REUNIR, E NAO PARA ENDEUZAR O LOCAL E SEUS PASTORES..

    Ah nem ligo, eu vou faço a minha parte e tchau! meus irmaos de verdade sao aqueles que me amam e conhecem o mesmo Deus que eu, que se importam comigo, meus amigos de verdade , e nao o povo de uma igreja, qwue muitas vezes todos TODOS os domingos tem que pedir perdao pra todo mundo, por simplesmente seus coraçoes sao duros e piores do que muitos que estao fora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.