Questionar não é pecar

Em todas as coisas da vida, só somos capazes de obter compreensão sobre determinada coisa quando ousamos ser como crianças e abrimos nosso entendimento e boca para expor nossos questionamentos. Sofismas e dogmas não são tão divergentes um do outro. Ambos estão fundamentados na ausência de críticas. E uma vida que não experimenta da liberdade de criticar as coisas mínimas, será sempre uma vida de subsistência básica e superficial.

Ultimamente tenho visto muitas acusações despejadas contra alguns pensadores contemporâneos, prematuramente associados à disseminação de uma teologia liberal e herética. Porém, gosto de caminhar por sobre a tênue linha que separa a heresia da revelação e, por isto, sou atraído pelas angustias dos desviados e pelo choro dos que abandonaram a fé em Cristo. Minha fé se fortalece quando o ensino da palavra encontra uma razão de ser nas pessoas que estão padecendo ao meu redor.

Os pensadores acusados de serem liberais, simplesmente estão sendo ousados em criticar alguns fundamentos da teologia e fé evangélica. E isto é algo verdadeiramente inovador. Historicamente podemos perceber que apenas cerca de 20% dos fundamentos da fé cristã foram realmente submetidos a uma análise crítica nos ultimos dois mil anos de história. Isto demonstra que ainda há grandes revoluções de entendimento e ênfase no ensino do evangelho que precisam ser expostos.

Facilmente percebe-se que sempre preferimos trabalhar com a vida de Jesus enfatizando sua ressurreição e vitória. O lado divino na pessoa de Jesus é o preferido entre a grande maioria. E a valorização do lado humano da pessoa de Cristo é o modo de redescobrir o evangelho que tem sido mais criticado. Claro que a humanidade de Jesus não anula sua divindade. Mas só seremos capazes de ir mais além do senso comum, quando ousarmos repensar alguns posicionamentos.

Há pessoas que consideram heréticas as análises da extensão da autoridade e do poder de Deus. Sinceramente não compreendo o porquê. Questionarmos quem Deus é, não o faz menos ou mais poderoso. Mas talvez sirva como processo para que nossa compreensão a respeito de seus atributos e sua pessoa, cresça.

Definitivamente, a vida nos ensina que apenas aqueles que fazem as perguntas certas, encontrarão as respostas.

Não tenha medo. Questione.

Você pode gostar...

5 Resultados

  1. Markeetoo disse:

    Acho massa isso, porque acho que só acha que não tem dúvidas e questionamentos aqueles que se enganam.

  2. Dra. Costa disse:

    Talvez as respostas não possam mesmo ser obtidas; talvez só precisemos perguntar melhor. A dúvida, de qualquer modo, é sempre o exercício da sabedoria.
    Abraço e parabéns pelo blog (conhecido via Caverna do Lou).

  3. Dimas Rocha disse:

    as perguntas nos faz sair do lugar da onde estamos..

  4. Dimas Rocha disse:

    as perguntas nos faz sair do lugar da onde estamos.. os crestãos precisam ter duvidas para passar a crer realmente num nivel mais profundo..

  5. Eunice T. Fomm disse:

    Fico muito felliz em saber que ainda exista crente que reflete, analisa e critica com bom senso.
    Estava ja ficando desanimada, achando que todos estariam contaminados com essa epidemia emburrencete que lastra nosso pais.
    Parabens e que Jesus o ilumine hoje e sempre.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.