Adestramento cristão

Print Friendly

Crente é um bicho estranho. Você grita “AMÉM?” e ele responde gritando o mesmo. Se perguntar pela segunda vez, ele responderá mais alto. Se no meio do louvor você gritar “pule na presença do Senhorrrrrrrr”, então eles pulam. Se você dançar de modo estranho, verá correspondência imediata nas pessoas.

Sua linguagem é facilmente influenciável por jargões. Basta pegar qualquer expressão bíblica cujo significado seja obscuro para a maioria, e pronto! Também colam as expressões inventadas que possuem aparência de espiritual, como por exemplo “ato profético”. Difícil de crer que nem existe esta expressão na Bíblia né?

Facilmente também estereotipamos outras coisas que fazem do crente um ser quase alienígena: os lugares que frequenta, o conteúdo de suas conversas e a aversão às coisas “do mundo”.

Pena quem os crentes não são condicionados a obedecer a todo tipo de “comando”. Parece que o adestramento a que foram submetidos possui limitações. Nem todos aceitam sugestionamentos que os levem a renunciar a seus interesses; ou dividirem suas posses com os necessitados; ou mesmo disponibilizar tempo para aqueles que estão abandonados em asilos, orfanatos e nas ruas.

Ah… antes que eu me esqueça, quero deixar claro que amo os crentes. E exatamente por ser um deles é que me incomodo tanto com estas coisas incompreensíveis que aceitamos passivamente em nossa conduta.

Você pode gostar...

15 Resultados

  1. Rodrigo Melo disse:

    Fala Ariovaldo!!

    Tudo que disse aí é a mais pura verdade!

    Temos vivido um momento de estagnação nas igrejas, onde o modismo dos jargões estão em alta.

    Hoje em dia os crentes buscam o bispo, o apóstolo, o profeta, suas profecias, suas palavras abençoadas, daí quando encontram ficam por um tempo até que tais palavras/profecias do individuo não estejam mais de acordo com os anseios do seu coração e correm atrás de outro mais espiritual, avivado … o ungido do Senhor!

    Eles esquecem que o que mais importa é o relacionamento íntimo com Deus.

    Abçs!!

    Ariovaldo > Cara… eu sinceramente tô cansado desse espiritualismo idiota. Não consigo entender mesmo por que as pessoas estão se alimentando deste self service de hipocrisia. Ainda bem que a salvação é pro remanescente! Um abraço.

  2. flavio pvh disse:

    Fala, ari, suas teses faz eu pensar um pouco, apesar dos pesares, eu puxo um poco mais pra nossa realidade, hoje ta sido muito interessante, se enfeitar q nem uma arvore de natal, ( pircing tatto e outros adereços, e MAIS UMA BIBLIA DEBAIXO DO BRAÇO, GRITANDO ALELUIASSS), ta sendo facil e moda, ate nas igreja tradicionais e convencionais isto é normal ! Mas como dizia o velho Joao Batista (…)
    Abraços

    Ariovaldo Jr > É por aí mesmo cara. Eu não consigo acreditar no que meus olhos veem. Prefiro desconfiar, mesmo que seja de mim mesmo e das pessoas que estão próximas a mim.

  3. Markeetoo disse:

    Adestramento expressa mt bem isso que acontece. Ótimo texto.

  4. Edjane disse:

    Primeira vez no blog, parabéns! Ótimo conteúdo, triste vê esse tipo de hipocrisia dentro da igreja.

  5. Rod disse:

    É mano. Complicado!
    E o pior é não ver uma perspectiva disso acabar.
    =/

  6. Bom dia Ariovaldo,

    Gostei muito do seu texto e concordo plenamente com o que você fala.

    Seu blog é muito bom e peço permissão para postar esse texto no meu blog.

    E quero fazer uma parceria com você, se tiver um banner, terei prazer em colocar entre meus parceiros.

    Atenciosamente

    Thiago Azevedo

  7. Ale Hanks disse:

    É porque não há “pontas soltas”, é um esquema muito bem feito: se vc começa a pensar em qualquer coisa que possa levá-lo a querer não mais seguir uma religião, é pecado.

  8. Ozzy [Oseias] disse:

    Isso é totalmente zoado….
    E se optarmos pelo diferentes somos hereges.. suahsuah!!!

    Tipo, ouvimos muito nas igrejas: ” Vc é livre para pular,dançar, cantar… blá blá!!!” Se não fazemos isso, não somos “espirituais”, se esquecem que somos livres também para adorar a Deus quietinho no canto da igreja. Acho que essa palavra livre não é ultilizada ao pé da letra.
    Muitos ainda vivem, Religião, tradição e doutrinas como centro, esquecendo do nosso real pepal de sermos “cristãos”

    A minha visão disso tudo é a falta de leitura biblica que faz a igreja entrar nessa situação de crise em que estamos. Acredito que em muitas igrejas, o limite de sabedoria biblica que ela possui é o que pastor/lider prega, pois isso para elas já basta, porque ele já é suficientemente espiritual para edificar suas ovelhas…

    Essa é a forma supercifialmente que eu vejo algumas igrejas hoje, sintam se livres para discordarem.

  9. Leo disse:

    Cara… achei genial o seu artigo

    Crente as vezes pensa que é super espiritual quando responde ao adestramento…

    Fica com Deus irmao!

  10. Dimas Rocha disse:

    creio que esses jargoes e custumes tipicos dos cristãos sitados são bastante esquisitos, porem é um fenomeno comum em qualquer grupo que se reuna sempre.. se vc entrar em um sala de aula onde osalunos estão juntos a 7 anos percebera que eles falam com jargoes e tem costumes que nos parecem bastante estranho, porem o que eu creio ser errado no meio dos cristãos sitados é que muitas vezes eles não toleram pessoas diferentes, mas Deus ama a diversidade, até mesmo nós que estamos questionando essa conduta deles sertamente temos nossas manias e se entra em nossa igreja um “crente” esteriotipado, ele sera motivo de risos de alguns.. Deus ama a diversidade e não o preconceito.. agora falarei algo que não costumo falar mas deveria, pois jesus nos ensinou a nos saldarmos assim “paz” porem ele num disse para saldarmos assim apenas os ïrmãos em Cristo, mas sim a todos…

    veleu

  11. xXx disse:

    TENSO…

    mto boa a palavra…

  12. rafael disse:

    kara, é destas paradas que tÔ cansado velho, o maior numeros de cristãos está no brasil, mais que cristianismo é este q a galera tá vivendo que não produz diferança no brasil, só religião!
    revolução sem palavras é o que precisamos.

  13. Claudemir disse:

    Irmão Ariovaldo, não o conheço pessoalmente mas, diante deste comentário, já tenho esperanças de que o verdadeiro cristianismo ainda vive!!! Ontem, me falaram que, em uma visita a um presídio, não encontraram nenhum “crente” realizando trabalhos por lá, somente espíritas e católicos… Onde estão os “cheios do espírito”?. Vamos por as mãos no arado gente!!!

  1. 2 de agosto de 2009

    […] Fonte: Ariovaldo.com.br […]

  2. 7 de março de 2017

    […] Ariovaldo Jr. via Descanso da […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *