Minha angústia

Minha angústia é ter que confiar de olhos fechados não em Deus, mas nas pessoas que Ele enviou para tratarem comigo. Minha angústia é que eu sei que sou medíocre e não estou apto para corresponder a tudo aquilo que o próprio Deus tem cobrado em minha jornada. Minha angústia é saber que preciso confiar cegamente na graça de Deus, mesmo quando minha carne grita feito louca (e como ela grita!).

Minha angústia é enxergar a beleza das coisas de Deus, mas não poder sentir o seu aroma e sabor. Minha angústia é saber que minha tatuagem de “santidade” faz todo sentido quando me lembro do quanto dói servir / viver / morrer pelo evangelho. Minha angústia é que eu sei que daqui a pouco todo este aperto no coração terá passado e estarei pulando de alegria, mas em seguida virão outros momentos angustiantes.

Meu Deus, não me deixe esquecer do compromisso de morrer pelo seu evangelho. Se eu me esquecer do meu chamado de morrer pela sua Palavra, não irei conseguir viver de maneira digna do chamado que o Senhor me deu.

Você pode gostar...

1 Resultado

  1. ronei disse:

    faço minha suas palavras, ANGUSTIAS e fé…..

    ainda não tatooarei, mas creio que um dia, chegará a graça Divina, e tudo o mais sera acrescentado, inclusive as soluções que tanto busco, e as respostas que ainda persigo.

    um pousssta abraço

    ronei

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.